Portal Online Multimidia

Governo enviará reforço da Força Nacional para combater queim4das no Amazonas

Ministério da Justiça já havia enviado 30 agentes em julho, número considerado insuficiente por secretários de Meio Ambiente do Amazonas

(Foto: Divulgação / SSP-AM)

Após ampla repercussão do cenário de crise vivido pelo Amazonas, envolto em fumaça de queimadas, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, anunciou que o governo federal irá enviar um reforço de agentes da Força Nacional para combater os incêndios criminosos no estado. Em julho, a pasta já havia enviado 30 agentes, número considerado insuficiente por secretários de Meio Ambiente entrevistados por A CRÍTICA, à época.

“Conversei agora com o governador do Amazonas, Wilson Lima. Atendendo à orientação do presidente Lula, e à vista da solicitação do governador e da bancada federal amazonense, vamos mobilizar mais efetivo da Força Nacional para reforçar as nossas equipes que já estão lá combatendo incêndios florestais”, escreveu o ministro nas redes sociais.

O novo efetivo não foi informado. A reportagem pediu a informação ao MJSP e aguarda retorno.

Pouco depois o governador Wilson Lima (União Brasil) também fez uma publicação para informar sobre a conversa.

“Acabei de falar com o ministro da Justiça, Flávio Dino, que está mobilizando um efetivo de homens da Força Nacional para reforçar as ações de combate às queimadas no Amazonas”, disse ele.

Wilson lembrou ainda que enviou, nesta quarta-feira (11), “mais 64 servidores, 16 viaturas e duas aeronaves para reforçar o trabalho de combate aos focos de incêndio na região de Autazes e ao longo da BR-319”.

Lula

Na manhã desta quinta-feira (12), o presidente Lula (PT) também se manifestou nas redes sociais a respeito dos cenários de crise no Amazonas, que vive a extrema estiagem e queimadas, e em Santa Catarina, que sofre com fortes chuvas e enchentes.

“Determinei aos ministros que todas as equipes estejam mobilizadas e à disposição dos governos estaduais e das prefeituras. O Governo Federal está atento, presente e atuando para atender a população e remediar os danos causados pelos extremos climáticos”, disse o presidente.
Fonte: ACRÍTICA